segunda-feira, agosto 11, 2008

As aldeias Potemkine e o embuste de Beijing 2008


Os embustes, as encenações, as grandes e as pequenas, atravessam a História e a história dos povos.

Pedro o Grande e Catarina I mudaram a face da Rússia. Construíram, entre outras coisas a que viria a ser Petrogrado. Fizeram-no como tão bem denunciaram os socialistas revolucionários russos dos promórdios do século XX - com suor e muito sangue!


A herdeira deste trono, a notável Catarina II, a czarina, calhou-lhe em sorte um marido louco.

Teve pois que reconhecer como seu "homem" de confiança o arguto e inteligente primeiro-ministro Potemkine.

Este astuto homem de estado, para dar à czarina a ideia duma Rússia moderna, com uma agricultura avançada, preparava as viagens de comboio para Catarina II, decorando de véspera, as "frentes" dos campos junto á ferrovia com cenários de madeira e cor...Ficaram então, estas aldeias, a serem conhecidas como as aldeias Potemkine!

Leni Rienfenstahl ao tempo de Hitler criou, com a genialidade e o bem fazer que hoje se lhe reconhece, um Povo, um Partido, uma Nação que não existiam, mas que as suas imagens transfiguraram!

O realizador chinês Zhang Yimou não fez tanto quanto Rienfenstahl com a sua "cenografia" e as imagens que produziu para a Abertura de Beijing 2008, mas fez parecido: "escondeu" a verdadeira China contemporânea.

O que me espanta (ainda me surpreendo...), em Portugal, é as "perplexidades" hipócritas e puritanas do PCP e de alguns intelectuais orgânicos desse partido.

Faz tempos, de modo militante, consistente e severo, na teoria e na praxis, zurziam os marxistas portugueses do PCP, em dois desvios "letais" (afirmavam aqueles) para o Movimento Comunista Internacional: o "euro comunismo" de Berlinguer, de Carilho e de Marchais e o cisma chinês, não só o de Mao Ze Dong e do Grupo dos Quatro, ruralista, anti ocidente e anti tradições milenares, mas também contra os seus sucessores liderados por Deng.

Que eu saiba, aparentemente, NADA mudou na ideologia do PCP e, menos ainda, na dos comunistas chineses: continuam na via de Deng, aprofundando-a!

Então porque, pessoas cultas, eruditas, bem informadas, fazem "tábua rasa" do que escreveram, pensaram e sustentaram durante decénios contra os "divisionistas", os "revisionistas" chineses ao tempo de Kruchov, Brejenev, Andropov e, mesmo ainda, nos primórdios de Gorbachov? Que lutas tremendas se travaram na América latina, na África e um pouco na Europa - entre pró-soviéticos e pró-chineses?! Foram feitas por nada? Contra nada? Foram travadas há muito tempo? Não:há menos de 30 anos!

Uma coisa é a estética, a beleza dum acto, que vale de per si...mas para os cultores da beleza. Agora, para quem sempre defendeu a utilidade social da Arte...é de espantar que se fiquem por aí - perante a abertura dos Jogos de Beijing 2008!

Então os XIX Jogos Olímpicos da Era Moderna, a beleza do Acto Inaugural, a qualidade ímpar dos estádios, dos pavilhões, das pistas. do merchandizing, da organização, podem esconder o quotidiano da China e dos chineses? Podem esconder o social?!...Podem esconder o real? O marxista, claramente, dirá que NÃO!

Então, num passe de magia (ao modo das aldeias Potemkine) a China tornou-se numa sociedade moderna, progressiva, plural, democrata, livre, tolerante,como a mais prestigiada das democracias mundiais? E a pena de morte - decretada pelo mais tonto dos burocratas do PCC? E a prisão dum anónimo cidadão? E o trabalho "escravo"? E a poluição criminosa das indústrias? E o dumping social, com os ridiculos preços do trabalho assalariado? E o horário de trabalho? E as liberdades fundamentais? E os direitos humanos? E a feroz luta contra os internautas?...

Embuste, fábula, encenação, crime, igonominia, hipocrisia...é o mínimo que se pode dizer sobre o que se vai lendo e ouvindo.

Em abono da verdade deve dizer-se o que é.

Com a implosão da URSS e do seu império, o que ficou?

Na América latina quedou-se Cuba e, agora, umas experiências pouco ortodoxas (Venezuela, Bolívia, Nicarágua, Chile, Argentina e Brasil...) que provocam desconfianças ao PCP. Na África?!...sobra pouca coisa. Ele há, recentemente, uma aproximação ao MPLA e a Angola.

Pois, então o que sobra? O extremo-oriente, liderado pela gigantesca China! Reparem que é nesta zona que se sente ainda a presença de Marx, Lenine, Estaline e etc: Laos, Cambodja, Coreia do Norte, Vietname e China!!!!

Pragmático, como sempre o foi, o PCP esquece "pequenas" querelas - para se "lançar" nos braços do partido irmão: o Partido Comunista da China!

Nem mais.

Isto vale TUDO!Isto vale bem um MISSA! Até duas, camaradas!

José Albergaria

PS - As fotografias: 1/ Leni Rienfensthal; 2/Zhang Yimou.

2 comentários:

aelico disse...

Felizmente a Republica Popular da China não quer ser "democrática", "tolerante" "aberta", e todas essas contas do rosário bem conhecido.
Eu prefiro-a, assim, bem real, e com os dentes cada vez mais à mostrá. Assim, o mundo vai estando seguro do embuste que o Ocidente prega desde a 1ª Guerra Mundial, e a que chama democracia, e que sempre foi uma palavra para esconder a inaudita violência as elites do Ocidente contra os seus próprios povos, e contra os povos alheios. Hoje em dia, pretendem continuar nessa senda; veja-se o que fizeram ao Afeganistão e ao Iraque.
Quanto à China querem retalhá-la, bem como à Rússia.
Creio que recentemente a Rússia enviou (e continua a enviar) uma mensagem inequívoca; estou certo que será bem entendida.
Li Bai, talvez o maior poeta de sempre, era bêbado, gostava de mulheres e de vinho. Isso tornou a sua poesia má?
A Cerimónia de Abertura dos Jogos Olómpicos foi esplendorosa. Tudo o resto são conversas...
António Lico,

Aqueduto Livre disse...

Olhe, perdi a paciência.

Hoje - vai levar p'ra tabaco.

Ó senhor Lico, então o gostar de vinho e de mulheres tem algo que ver com o tema que eu tratei?

E o gostar de vinho e de mulheres tem algo que ver com a boa poesia?

Ele houve poetas bêbados e sóbrios; ele há poetas bêbados e sóbrios!

Agora, dirigentes que mandam matar...porque alguém violou um código aberrante; dirigentes que utilizam o trabalho escravo, porque é mais barato; dirigentes que utilizam, á medida que vão ficando velhos "prostitutas" novíssimas...recrutadas no seio do Partido ou das Juventudes...

Então, você, um homem probo, livre, de bons costumes...ou anda a enganar-se ou, então, anda a enganar os seus "amigos".

Em que ficamos? Enganado? Ou a enganar?

Então você não consegue distinguir uma Democracia...duma Ditadura ignominiosa como a praticada pelos comunistas chineses? Acha, mesmo, que a China é melhor que as nossas Democracias ocidentais?

Quem, de nós dois, está bêbado?

Eu, certamente,não sou.

Por mim esta é a última vez que lhe respondo.

Deixarei, sempre que o quizer fazer, publicar-se neste espaço de comentários - para eu perceber em que estado de degradação moral se encontra.